Estudo comprova que longas jornadas de trabalho aumentam os riscos de doença cardíaca

Estudo comprova que longas jornadas de trabalho aumentam os riscos de doença cardíaca
Por Juliana Miranda

Um novo estudo comprovou que o número de horas de trabalho influencia diretamente a saúde das pessoas. Uma longa jornada de trabalho pode aumentar o risco de doença cardíaca coronariana e de acidente vascular cerebral.

Uma revisão científica realizada com mais de 603 mil indivíduos indicou que longas horas de trabalho podem ser um fator de risco para o desenvolvimento de doenças. Os dados inéditos incluíram estudos realizados na Europa, na Austrália e nos Estados Unidos.

Os dados também levaram em consideração o perfil dos homens e mulheres pesquisados, como idade, sexo e nível socioeconômico. Em comparação com as horas normais de trabalho, de 35 a 40 h por semana, a carga profissional de mais de 55 h por semana foi associada a um aumento no risco de doença cardíaca da coronária e de acidente vascular cerebral. Este risco de acidente vascular cerebral manteve-se inalterado também em análises que abordaram outros fatores de risco.


Rotina Profissional

Segundo a pesquisa, os funcionários que trabalham longas horas têm uma chance maior de adoecerem. Por isso, é importante que as empresas concentrem mais atenção na gestão dos fatores de risco em indivíduos que trabalham muito.

A jornada de trabalho extensa está relaciona a elevados níveis de estresse, fator que pode ter influência no desenvolvimento de doenças do coração. Sendo assim, indivíduos que trabalham 55 horas ou mais por semana têm de 1 a 3 vezes mais riscos de sofrerem um acidente vascular cerebral ou problema cardíaco. Essa associação não variou entre homens e mulheres, nem no aspecto da localização geográfica.


Prevenção

Para prevenir a ocorrência das doenças cardíacas e do AVC é fundamental manter uma rotina livre de estresse e ansiedade. O trabalho deve ser feito durante o expediente, e não levado para a casa. É fundamental ter momentos de relaxamento e descontração durante a semana.

Além disso, a manutenção de hábitos saudáveis é de extrema importância. O pilar da saúde e da longevidade é formado por alimentação equilibrada, prática diária de exercícios físicos, controle do peso e rotina periódica de check-up médico. Converse com o seu médico e saiba como viver melhor!

Via The lancet.