Livro revela impacto político da série Harry Potter na geração Y

Um professor de ciências políticas da Universidade de Vermont lançou um livro no qual faz uma análise sobre o impacto da série Harry Potter na forma como os jovens da geração Y pensam. O estudo avaliou a influência dos livros Harry Potter nas visões de mundo e pensamentos políticos. A obra foi baseada em uma pesquisa nacional com estudantes universitários.

De acordo com o estudo, os livros da série Harry Potter tiveram grande influência sobre o comportamento da geração dos millennials, que engloba as pessoas nascidas entre 1982 e 2002.

O mundo de fantasia de Hogwarts, apresentado aos leitores em sete livros e nos filmes da franquia, criou uma geração de jovens mais abertos à diversidade, politicamente tolerantes, menos autoritários e menos propensos a apoiar o uso de força mortal ou tortura. Além disso, os leitores de Harry Potter também são mais politicamente ativos.

Ainda segundo a pesquisa, cerca de 60% dos que leram todos os livros da série disseram ter votado em Barack Obama em 2008, e 83% dos leitores da série também disseram que tinham considerado o governo Bush desfavorável para os Estados Unidos. De acordo com o estudo, a profunda imersão na história e a identificação com os personagens garantiram um alinhamento das perspectivas dos fãs com as do mundo bruxo retratado nos livros.

A pesquisa que deu origem ao livro entrevistou 1.100 estudantes, que relataram que tinham cerca de 11 anos de idade quando a primeira edição de Harry Potter foi lançada, a mesma idade dos personagens. O estudo foi feito com alunos matriculados na Universidade de Vermont, Universidade do Mississippi, Universidade Estadual do Mississippi, Adirondack Community College, Universidade Politécnica da Califórnia, Universidade Estado de Iowa e Universidade Luterana do Pacífico.

Harry Potter, ilustracao

De acordo com o estudo, os leitores de Harry Potter se tornaram pessoas mais abertas e engajadas, dispostas a apoiar e defender causas de minorias dos Estados Unidos, como muçulmanos, afro-americanos, imigrantes sem documentos e homossexuais. A pesquisa também mostrou que os fãs de Harry Potter valorizam mais a igualdade, são menos propensos a exibir uma predisposição autoritária e têm um maior nível de ceticismo.

O livro, escrito por Anthony Gierzynski, mostra como as histórias que lemos e assistimos podem ter impacto em nossas opiniões e pensamentos políticos. Segundo o autor, os resultados dos testes estatísticos indicam que as histórias de lutas de Harry Potter contra o bruxo Voldemort realmente desempenharam um papel importante no desenvolvimento político de muitos millennials.


Fontes: Uvm.edu, Phys.org.


Veja também:

Padres católicos queimaram livros do Harry Potter na Polônia



+ Sobre essa Curiosidade: Harry Potter Livro Geração Política

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • O Caso Roswell
  • Por que o Brasil não tem jeito?
  • O homem só utiliza 10 por cento da capacidade do cérebro
  • Sonda da NASA capta misteriosos pontos brilhantes no espaço
  • O que é um Data Center?
  • Segundo homem mais rico do mundo defende redução na carga de trabalho para 3 dias
  • A primeira vez
  • Roswell, 66 anos de perguntas sem respostas

Você Sabia?

É impossível criar uma pasta com o nome “con” no Windows.