CuriosidadeCiênciasO verdadeiro pulmão da Terra, as diatomáceas

O verdadeiro pulmão da Terra, as diatomáceas

Img Mobile - O verdadeiro pulmão da Terra, as diatomáceas

Sempre aprendemos que a floresta amazônica é o pulmão do mundo, fomos educados desde pequenos sobre a importância da preservação da floresta para a produção do oxigênio gerado por ela e distribuído para todo o mundo.

De uma forma muito simples, é realmente fundamental que façamos a preservação de nossa floresta e das espécies que vivem lá, mas o que realmente acontece, é que a floresta amazônica não é a responsável pelo oxigênio gerado para os seres humanos.

As estimativas variam um pouco, mas todas elas indicam que o oxigênio excedente fornecido pela floresta amazônica é muito pequeno ou talvez nem exista. O fato é que além de toda a vida animal que já consome parte do oxigênio da floresta, também existe o consumo do oxigênio feito pelas próprias árvores para sua respiração no processo da fotossíntese.

Os verdadeiros heróis da produção de oxigênio do nosso planeta são na verdade as diatomáceas, que são microrganismos, na maioria das vezes de formação unicelular e que vivem geralmente em colônias principalmente em água salgada e gelada.

Diatomáceas - Microscópio eletrônico
Diatomáceas - Microscópio eletrônico

As diatomáceas têm um tamanho que varia entre 2µ e no máximo 2 milímetros e sua formação é feita por carapaças ornamentadas formadas por dióxido de silício (SiO2), o que faz dela o ambiente ideal para a formação de fotossíntese e por consequência a geração de oxigênio, e esse é um dos motivos de ela ser considerada um dos organismos mais bem sucedidos do planeta terra.

diatomáceas vista do espaço
Diatomáceas - Visão do espaço

Por serem organismos tão pequenos, possuem uma grande facilidade para viverem em colônias, sendo ricamente encontradas nos mares e oceanos de todo o mundo, as diatomáceas são responsáveis pela criação de quase 50% de todo o oxigênio que temos no planeta.

Sua alimentação é realizada basicamente de substancias inorgânicas através da fotossíntese e através de matéria orgânica dissolvida e isso tudo é transformado em oxigênio.

Depois de todo seu ciclo de vida as diatomáceas ainda têm um papel muito importante em nossas vidas. Quando morrem, ela vão para o fundo do oceano e tem três grandes funções, além de alimentos para outros microrganismos e corais, após sua decomposição no fundo do oceano e com a grande pressão do mares, uma parte delas se transformam em petróleo, e outra parte contribui para formações do fundo do oceano e após milhões de anos de repouso criam desertos de sal devido a movimentação dos mares, e esses são um fertilizante natural e ideal para a vida orgânica de nosso planeta, inclusive da nossa floresta amazônica.

Portanto, é de vital importância a preservação da floresta amazônica, de toda sua fauna, flora e também dos oceanos, sem eles nossa vida seria muito mais difícil, teríamos um grande problema com o aquecimento global entre outras dificuldades que poderíamos enfrentar. Mas nosso verdadeiro herói na produção de oxigênio e nosso pulmão do mundo são as poderosas diatomáceas.


Veja também:

Coral e Algas Marinhas vs Árvores. Quem produz mais oxigênio?



+ Sobre essa Curiosidade: Floresta Oceano Poluição

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Suar emagrece? Mito ou verdade?
  • A História da Música: Tears in Heaven
  • Barata - A Campeã de Velocidade no Reino Animal
  • Aparição fantasmagórica no Canadá (Vídeo)
  • A primeira e a única foto familiar deixada na lua
  • Médicos de Taiwan descobrem quatro abelhas vivas no olho de paciente
  • Origem da expressão - Bode Expiatório
  • Qual a possível ligação existente entre as pirâmides em diversos pontos no mundo?

Você Sabia?

O crânio tem 29 ossos.