Históricas

Fatos estranhos sobre quarentenas que ocorreram na história

Para muitas pessoas, a necessidade de viver uma quarentena e o isolamento social por causa do coronavírus é uma grande novidade. Afinal, não é sempre na história que um vírus chega para mudar toda a rotina da sociedade.

Mas essa não é a primeira vez que o mundo vê uma situação que exige distanciamento e cuidados preventivos. Essas medidas de saúde pública já foram usadas em outros momentos para impedir ou controlar a disseminação de doenças.

Quando as autoridades impõem uma quarentena, isso significa que realmente está acontecendo algo grave e que as pessoas precisam ser preservadas contra possíveis contaminações de doenças incomuns ou novas.

A quarentena é imposta por um período igual ao mais longo tempo de incubação de uma doença, que pode variar de alguns dias a duas semanas. Já o isolamento significa confinar uma pessoa que esteja realmente infectada com determinada doença.

Antes de impor quarentena ou isolamento, é comum que os governos peçam para que as pessoas, voluntariamente, fiquem em suas casas. As medidas restritivas impostas só acontecem em casos extremos.

Quarentena do Coronavírus

Dependendo de onde você vive, é possível que ainda esteja em quarentena pelo coronavírus. A situação exige que as pessoas fiquem em casa para evitar a propagação do vírus e o colapso dos sistemas de saúde. Manter bons hábitos de higiene nesse momento é fundamental.

Informações oficiais do Governo Brasileiro – Sites oficiais – Contagem oficial de casos de covid-19 no Brasil:

Painel Coronavírus – Números de casos, contagem oficial / Coronavírus – Ministério da Saúde

 

Conheça outras quarentenas da história mundial

Quarentena da Peste Bubônica

peste bubonica
Crédito das fotos: Paul Furst, Der Doctor Schnabel von Rom – Wikimedia / Chevalier Roze à la Tourette – Wikimedia

A peste bubônica costumava ser muito prevalente no mundo. No século 14, 20 milhões de europeus morreram de peste bubônica. A palavra quarentena surgiu nessa época, na Itália, mais precisamente na movimentada cidade portuária de Veneza. Para evitar a transmissão da doença, os navios atracavam na ilha 40 dias antes de permitir que os marinheiros ou a carga chegassem à terra firme. Eles chamavam esse período de quarantinario.

Leia: Estados Unidos registraram 15 casos de peste bubônica em 2015

 

Quarentena dos astronautas da Apollo 11

Quarentena dos astronautas, lua
Crédito da foto / Mais informações: Folha de S.Paulo / Mais informações: Air and space

A NASA já colocou astronautas em quarentena. Antes de testar as amostras da lua, os cientistas não sabiam exatamente com o que poderiam lidar. Parasitas, vírus ou bactérias infecciosas vindos da lua eram possíveis de existir. Por isso, os astronautas passaram 21 dias em quarentena quando chegaram do espaço.

 

Quarentena da Febre Tifoide

Mary Mallon, febre tifoide
Mary Mallon em uma cama de hospital. Ela foi forçada a ficar em quarentena como portadora da febre tifóide em 1907 até 1910 e depois novamente de 1915 até sua morte em 1938. Crédito da foto / Conteúdo da legenda: Wikimedia

Mary Mallon era portadora de febre tifoide, mas imune a seus sintomas. Quando um surto da doença devastou a cidade de Nova York, os detetives a rastrearam como a fonte do surto e a prenderam. Em 1915, a polícia a enviou para a North Brother Island, para viver o resto de sua vida em quarentena.

 

Quarentena do Antraz

Durante a Segunda Guerra Mundial, os britânicos suspeitaram que poderiam usar o antraz para causar devastação em cidades alemãs. Quando inalado, o antraz é quase sempre mortal, mas as bactérias produtoras de esporos causam danos mais duradouros ao infectar o gado e o solo.

Leia: Quando terminou a Segunda Guerra Mundial?

Homens roupas de protecao, ilha de Gruinard
Ilha Gruinard, mais conhecida como a Ilha de Antraz. Crédito da foto: Fatos Desconhecidos

ilha de Gruinard
Ilha Gruinard, mais conhecida como a Ilha de Antraz. Crédito da foto: Jornal ciência

Para testar a teoria, os britânicos lançaram antraz na ilha de Gruinard, na costa da Escócia. O teste foi um sucesso tão grande que, 50 anos depois, a ilha ainda estava em quarentena por ser altamente tóxica para as pessoas. A ilha só foi declarada segura para os humanos em 1990.

Crédito da foto de capa: Wikimedia / Citado em Quarentena da Peste Bubônica

Veja também: Coisas estranhas causadas pela pandemia de Coronavírus

Você pode gostar também

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em:Históricas