CuriosidadeMundo BizarroConheça as mais extremas modificações corporais do mundo

Conheça as mais extremas modificações corporais do mundo

Img Mobile - Conheça as mais extremas modificações corporais do mundo

Diversas culturas valorizam a realização de modificações extremas no corpo humano. Ao longo da história, algumas dessas mudanças radicais ficaram marcadas por conta de suas características peculiares.

Um dos costumes mais conhecidos é o alongamento do pescoço, mas também há casos de alongamento do crânio e afiação dos dentes. Várias culturas têm passado por longos e dolorosos processos para moldarem seus corpos de acordo com seus padrões culturais e religiões.

Confira as mudanças corporais mais extremas do mundo!




Alongamento do pescoço de Kayan


Alongamento do pescoço de Kayan
Crédito da foto: Wikimedia


A prática de alongamento do pescoço começa aos cinco anos de idade para a população feminina dessa tribo que vive ao norte da Tailândia. Eles iniciam o processo colocando bobinas ao redor de seus pescoços. A ideia é esticar o pescoço, empurrando a clavícula e os ombros para baixo. A razão desse costume é que a tribo acredita que mulheres com pescoço mais longo e mais magro são mais desejáveis ​​e que, assim, elas ficam mais parecidas com dragões, criaturas míticas que são muito importantes no folclore Kayan.


Afiação de dentes


Afiação de dentes

Várias culturas realizam a prática de afiação de dentes. Os maias afiavam e esculpiam desenhos em seus dentes, distinguindo-os como membros da classe superior. O povo Mentawai, que vive na Indonésia, acredita que dentes afiados são um padrão de beleza. Para eles, afiar os dentes é considerado um rito de passagem.


Escarificação


Escarificação
Crédito da foto: Wikimedia

Algumas culturas carregam cicatrizes e escaras com orgulho. Muitas tribos africanas participam da escarificação como um rito de passagem. A tribo Dinka, do Sudão do Sul, pratica cicatrizes faciais, deixando marcas nos rostos de garotos e garotas. Nas meninas, as cicatrizes são um sinal de beleza, já nos meninos elas são sinais de masculinidade.

As Tribos do Rio Sepik, em Papua Nova Guiné, também passam semanas realizando rituais de escarificação. Lá, as cicatrizes ganham o padrão de escamas de jacaré e são feitas nas costas de homens jovens.


Alongamento de Orelha


Alongamento de Orelha

Alongar a orelha é um costume antigo, praticado em várias culturas tribais como um símbolo de beleza e um rito de passagem. Algumas tribos também acreditam que o processo tem um significado religioso, afastando o perigo da feitiçaria e várias formas do mal.


Revestimento labial


Revestimento labial

O revestimento labial ou alongamento labial é uma das mais antigas práticas de modificação corporal. Ela existe desde 8700 a.C., e tem sido praticada em várias partes do mundo, como na África, América do Sul e Europa.

A tribo Mursi da Etiópia realiza o processo ainda nos dias de hoje. As meninas com apenas 13 anos de idade recebem um tipo de piercing no lábio e preenchem o buraco com um pequeno bastão. A abertura do lábio vai sendo aumentada a cada ano, até que a boca esteja esticada o máximo possível.


Plugues Nasais


Plugues Nasais
Crédito da foto: Wikimedia

As mulheres da tribo Apatani na Índia colocavam plugues no nariz como uma forma de proteção, acreditando que, se fossem indesejadas pelos homens de outras tribos, elas não seriam sequestradas ou agredidas sexualmente.


Enfaixar os pés


Enfaixar os pés

Por quase mil anos, as meninas da China tiveram seus pés firmemente envolvidos em bandas, na esperança de impedir o crescimento do pé. O objetivo era que as mulheres ficassem com pés pequenos e mais atraentes. A prática causava deformidades, mas era vista na cultura chinesa como um símbolo de beleza, status social e riqueza.


Espartilhos vitorianos


Espartilhos vitorianos

A ferramenta de modificação corporal mais conhecida no mundo é o espartilho. Na era vitoriana, as mulheres tinham que usar o acessório no torso inteiro, para apertar a cintura e ficar com o corpo moldado. Esta prática alterava a forma da caixa torácica, restringia o fluxo de ar e colocava as mulheres em risco de deslocamento do fígado e danos cardíacos e pulmonares.


Veja também:

9 Rituais funerários estranhos

Jovem de 22 anos faz mais de 100 cirurgias para se tornar um alien assexuado

Modelo afirma que ficou negra após injeções de melanina



+ Sobre essa Curiosidade: Tatuagem Plástica

O site dos curiosos.

Curiosidades Diversas

Veja também

  • Triângulo das Bermudas
  • Curiosidades Curiosas 7
  • Saiba como as estrelas dos memes da internet estão em 2018
  • Cientistas americanos criam capa da invisibilidade
  • Top 10 presentes mais apreciados por crianças
  • Dicas para financiar um carro 0km
  • Conheça a linha do tempo do café expresso
  • A Bizarra Molossia

Você Sabia?

Nenhum ser humano consegue se matar prendendo a respiração.